domingo, novembro 20, 2011

Ri agora ... chora depois

"homem branco pensa que sabe tudo, mas na verdade não sabe de nada"
respeito a todas às religiões, se vc não teve a luz de receber a graça, o minimo que tu faz é respeitar, pois saiba que existe algo além do que 'isso aqui', que julgam ser o normal, o padrão, a realidade.
e um chute no saco da Academia, do racionalismo, do ceticismo, da falta de respeito, da ignorância consciente e inconsciente.

quinta-feira, agosto 18, 2011

SÓ UM TOQUE

(P.s.: A cada dia que me deparo com Globo, Wikipedia, Veja, me sinto mais mal, por ver a alienação e o esvaziamento que elas são capazes de realizar nas pessoas.

Quando o Bonner fala "tiroteiro entre jovem e polícia na zona sul de SP" subentenda-se "repressão policial"; quando vc pesquisa no Wikipedia sobre a fome na África e eles dizem " a ONU está levantando esforços para acabar com a fome na Somália e nos campos de refugiados" na verdade o que tá pegando é que já morreu gente pra caralho lá, chegam mil pessoas por dia (!) aos campos de refugiados e muita gente está em estado de desnutrição, ISSO HÁ ANOS !!!

Não que possamos mudar alguma coisa, mas sejamos ao menos conscientes, senão é osso !!!)

domingo, maio 15, 2011

O Apanhador do Campo de Centeios - J.D. Salinger

"Juntei alguma grana, chamei alguns amigos, tracei um roteiro, ou melhor, queria chegar a um ponto do mapa, não sabia como, mas ao menos queria.
Juntei algumas desilusões e blablablas contra mim, chamei todos meus amigos de traidores, terminei meu pseudo-namoro, e sai.
A primeira noite fiquei por territórios conhecidos. Decidi sair tarde, não tinha mais condução que pudesse me levar para longe, só táxi, e táxis são caros, até poderia ser uma boa idéia: me levaria até certo ponto, e eu poderia ir conversando o que quiser com o motorista - com a certeza de nunca mais vê-lo -, enfim, só estou supondo o que poderia ter feito, pois fiz diferente.
Comprei uma garrafa de cachaça, pó de suco para diluir, e algumas bolachas e amendoins; deixei um pacote de bolacha com um cara sinistro que me parou na rua - me neguei a encher o copo dele com meu goró, a noite seria muito longa- , não que tenha medo, é que tenho bom coração; e assim segui sentido a uma rua onde muitas pessoas estariam em mesmas condições de desabamento sentimental.
Desabafos, repentinos laços, fluxo intenso de pensamentos, coisas que antes me chamavam a atenção e me interessavam, e naquele dia me faziam sentir um indiferente, uma peça desse quebra-cabeça ridículo de mau gosto. Me senti mal por ter escolhido passar a primeira noite de minha nova vida naquele lugar, não me serviu de nada, agora só quero ir pra mais longe, longe de qualquer humano corrompido, longe de qualquer estupidez; então, decidida e finalmente me larguei ao destino. Naquela hora já estavam em funcionamento os tranportes públicos e os terminais rodoviários, joguei fora aquela memória de vidinha (que somou a si a da noite em que quase me fez desistir do meus novos ideais), e parti, realmente sem expectativas, o por vir será sempre melhor, independente do que efetivamente acontecer, o parametro será sempre esse."

A Dani, linda, e seu blog, Relicários Das Índias, lindo, sempre me inspiram a escrever, e esse post é totalmente inspirado no post dela do "Cem Anos de Solidão".
Também te dedico, apesar de você escrever contos muito mais talentosos e de melhor bom gosto do que eu.
Você também sabe que escrevo por acessos de inspiração, e esse não foi diferente, se constrói em cima de um livro que se não leu, leia, e que para mim foi uma boa leitura, confortante, inspiradora e agora, compartilhada.

terça-feira, maio 10, 2011

E estão encerrada as ligações pela madrugada, o beijo ao acordar, nossos carinhos fartamente distribuidos...

Foi muito bom. É muito bom, ainda, por isso dói. Assinei um contrato perante a mim e a mim mesmo, sabendo do que teria que passar em caso de quebra. E o rompimento era implícito. Construi uma felicidade que não estava em mim: cláusula primeira.
Você não precisava ter sido assim. Eu poderia ter cedido em alguma coisa também. Até mudei, sim. (Tomem cuidado: ao tomarmos posse de muito conhecimento, as vezes nos consideramos íntegros e imutáveis). Mudamos. Mas faltou alguma coisa. Sem culpas, sem rancor, quero seu bem pra sempre em vida, quero seu bem, tivemos e passou, marcou, mudou, criamos esperanças.
A felicidade reside em mim, dou espaço a ela atuar, livre-arbítrio, mas agora, agora, ela está quietinha, porque penso em ti, e isso não me deixa mais alegre. Me fará alegre, como fazia, mas leva tempo...

sábado, maio 07, 2011

BAIXEM ESCUTEM BOA VIAGEM

http://www.criolo.art.br/criolononaorelhahotsite/

uma dose de realidade com horror
tem que ter estomago forte e treinado.

"Que independente disso,
eu não passo, de um malandro
de um muleque do Brasil
Que peço e dou esmolas
que ando e penso sempre com mais de um
por isso ninguém vê minha sacola
dum dem"

Rinkisha

A experiência é intensa
impossível voltar ileso

As vezes me consideram estranho
eu me considero estranho
e quem não se considera?

'Delua',
como guia.

segunda-feira, abril 18, 2011

Particularidades #1

Eu gosto de estar sozinho.
Isso para muitas pessoas é um grande tormento, pra mim não, é produtivo e alto-astral sim.
Um domingo a tarde em casa, faça o teste.
Melhor, um sábado a noite em casa, desse nem eu passo no teste as vezes.

Eu gosto de estar acompanhado.
Tem companhia que não sinto aquela "maldita necessidade de falar" (isso é bom).
Não gosto das más companhias, e tenho a prática de me livrar sem muita dificuldade.
Estar em boa companhia faz tudo ser mais lindo, dar valor ao simples.

Coloco na balança.

Confesso que pende para estar sozinho, mas logo se equilibra.
Pende novamente, e volta a se equilibrar.



"Ninguém é feliz por completo sem tem com quem partilhar essa felicidade."
Alexander Supertramp (conclusão dele após longa viagem, no filme 'Na Natureza Selvagem', recomendo com sobra)

quinta-feira, abril 14, 2011

Decepção

Não dá pra criar expectativas, nem esperar nada de ninguém, ainda peco com a aproximação com as pessoas, nessa questão de expectativa, só que é invonluntária, no meu caso ja é até ignorância ainda sofrer disso. Peco ao me aproximar, me aprofundar naquela pessoa e me doar a ela? Também jamais vou partir do princípio de aproximação e afeto superficial, mas ainda sou criança em alguns aspectos, me apego, me pego pensando... No começo sempre é bom, o decorrer também, o final não, aliás, é bom, eu que não estou sabendo aceitar e tirar as conclusões certas.

segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Sentimento abstrato

Mãezinha
não é com palavras que demonstrarei o meu sentimento, nem só com ações
é com toda minha VIDA que Deus deu que irei lhe mostrar.
Pois foi a senhora que sempre me tratou bem, me educou e me amou
agora se sou um ser humano instruído, bem-entendido, bem-resolvido, feliz, que sabe doar e receber
isso é graças a ti, e nada material será muito ou exagero diante do meu sentimento.

Paizão
o senhor é um dos meus maiores exemplos
não foi só falando (mesmo não se contradizendo com suas palavras) que me ensinou
foi mostrando com suas atitudes, suas obras, sua dignidade, seu respeito, sua disposição, sua responsabilidade, sua história de vida.
Se hoje eu me entendo por homem, foi como se tivesse vendo um filme, cada palavra dura, cada 'não', hoje faz sentido, sou homem o senhor também é, e me fez ser isso.

Sabe porque é tão forte e profundo?
Porque quando um pai ou uma mãe olha triste para um filho lhe recriminando
quando um pai briga com um filho, quando fala a real
pode ter certeza que aquilo é 100% para sua evolução e felicidade
não existe maldade e interesse nenhum, integralmente para o seu bem e o deles.

Eles são a minha árvore, eu sou um fruto, futuramente uma árvore também, terei meus frutos, e independente de tempo, espaço, pensamentos babilônicos, etc etc etc, eu tenho consciência de meus pais, isso liberta, é amor, !Jah Liberta!

sexta-feira, janeiro 28, 2011

Botas Batidas

Nessa cidade suja
Não espero que a veja mais limpa
Nem quem a limpe
Preciosamente se extingue!

Até que a boa vontade ressurja
Quem vai recolher os cacos quebrados na pia da cozinha?
Quem vai recolher o corpo despido?
Ninguém, já está aceito, está todo dia na TV.

Querem que me afaste de ti mãezinha
Tu és minha deslumbrante noticia
Nunca antes recebida.
Nessas conversas de botas batidas
Que pronuncia os fins do dias
Os que sabem agem com cumplicidade correspondida
E os cegos continuam sem saber por onde caminham
(por culpa dos panos que encobrem as vistas).

domingo, outubro 24, 2010

A Base (texto quântico espiritual)

Toda vez que não nos sentimos bem fazendo algo, com certeza ja paramos para pensar que fazer isto que não nos deixa bem realmente é errado, só que insistimos no erro, talvez seja para os erros se acumularem até chegar uma hora que venha o erro supremo e acordemos de uma vez só e aprendemos a lição.
Isso se aplica a tudo, e minha busca atingiu um ponto, não busco objetivos materiais ou objetivos específicos, e sim algo mais profundo, algo no meu ser real, o conceito de que pensar e agir precisam ser uma coisa só, minhas ações sejam invonluntárias com meu corpo, mas sim com Deus (consciencia divina), isto me veio como revelação inclusive, apenas me aceitar como sendo uma célula do Espírito Santo.
Pura e simplesmente viver, sem fantasia, primeiro ser, depois ter, fazer ou estar, primeiro ser, e o mais belo disso: é natural, eterno, infinito, basta que haja a procura.

quinta-feira, setembro 23, 2010

tudo em seu tempo

"que as idéias voltem a ser perigosas"
vi uma foto que tinha isso pixado, foi o meu incentivo a voltar a escrever, um dom de rica beleza, um dos frutos da consciência divina em cada de nós, pronta a ser infinitamente explorada.

as eleições se aproximam e no próximo post vou colocar o resultado daquele político ali em baixo dando entrevista, não percam por esperar, vai ser assunto, manchete de jornal, e digo mais, placa de político! (mas ops ops ops vix vix pera lá, a lei da cidade limpa proíbe isso, e daí né, o importante é a divulgação, sujeira visual, só espero que não tenham inventado essa lei para limpar as faixadas com propagandas das empresas para colocar fotos de politícos, senão ficarei chateado, mas não sou de me lamentar, sou de terrorismo).


away

terça-feira, agosto 17, 2010

é só você virar as costas que nada fica como estava...

quinta-feira, julho 29, 2010

Ano de eleição, uma beleza, falcatrua, imagem (Quércia pra senador!), mesma ladainha de sempre, mas não vou só ser irônico, quero alertar:
A desilusão é forte, muito de nós sabemos que nossos pais lutaram pra mudar a política, mudaram bastante, mas a merda que mais nos incomoda não mudou, por isso devemos saber que o voto decidi quem vai nos representar, não é pouca coisa, não tenha medo de votar em alguém que você foi atrás e acredita que será o melhor, o seu voto sozinho não mudará, ajude a divulgar, faça alguma coisa, ficar parado é que não muda nada. Não seja conformado e votando nos mesmo de sempre, eles só querem se manter no poder e cada vez mais nos usar como massa de manobra (ou é normal a população com menos renda viver nas periferias, e todos os dias de manhã irem para os centros, onde trabalham para os controladores e acumuladores de renda, deixando de fazer o que gosta para que a acomodação deles seja sempre em cima de nossa mão de obra e etc etc), vote em quem te representa! Isso é o seu voto, essa é a idéia, a essência, não substime o seu voto, é esse o plano deles.

Pra descontrair, o que será que vai acontecer com esse cara?

segunda-feira, julho 26, 2010

Quarto (4º).

Muitos passam a vida toda se preparando para a "vida pós-morte", sendo meio que neutro, reza muito, fala muito, julga muito, e não agi muito, e quando agi não é positivamente;
outros fazem muita merda, com a sua própria existência e a pior de todas as desgraças que o humano é capaz, o mal para com o próximo! (humano, animal, natureza).
Se liga porra! Vai achando que o julgamento é depois da morte, é aqui agora, ou acha que Deus nos daria essas infinitas capacidades de produzir, de pensar, raciocinar, fazer, tomar aitudes, tudo isso em vão? Para depois que tudo isso acabar esperar que façamos algo?!

quarta-feira, junho 30, 2010

Terrorismo

XIII.
A tal da megalópole faz jus ao seu nome tão desagradável. Megalópole. Que porra é isso?
É isso. Uma ficção sinistra da vida que faz com que as pessoas interpretem papéis o tempo todo, com relações infestadas de poder e só podendo sentir a si mesmo dentro do banheiro, na mais recôndita intimidade. Um amontoado de animais guerreando e manipulando uns aos outros. Que espécie decadente.

XIX.
Quando o colapso chegar o Cristo será coberto com uma faixa gigantesca escrito: “Está morta a civilização! Divirta-se!”.

XXI. As Possibilidades.
Pirateie. Hackeye. Saqueie. Ponha fogo ao concreto, mas não na terra. Da terra cuide bem, e plante o Maximo que conseguir. Plante maconha, se fuma. Não fume essa merda que te vendem. Abandone o dinheiro o máximo que puder. Deixe de ser fofoqueiro e falso, mude a si mesmo e mude ao mundo, sem crer em nenhuma autoridade ou sem crer em qualquer um dos sentimentos que o cristianismo e a modernidade te impregnaram.
Ou não.

XXI. Definitivamente, o fim.
Existe um humano que disse que em sua própria espécie se difundem com mais facilidade as idéias estúpidas. Acreditamos nisso.
Então sigam, macacos cheios de ego em sua marcha autodestrutiva.
A natureza lhes prepara algo muito maravilhoso. Ao vivo. Ou você acha que pobre vai ter energia pra ver televisão pra sempre?
XXI. A dúvida.
Uma pergunta, se não houve um colapso, esse texto em 2050 é proibido? Sabe-se ?quem são seus responsáveis?, para que sejam devidamente punidos por incitarem o povo ao terrorismo e a perturbar a paz social? Só porque a máfia interfere de todas as formas possíveis na sua vida? Estão vivas as pessoas que fizeram isso? Em fuga? Clandestinidade? Acusados de terrorismo? Epa, isso são os anos 2000, ou os anos 70?
Ou não importa, porque não importa o tempo, a ditadura persistirá em toda sociedade onde exista poder e autoridade?
É proibido sentir em 2032?
Porque em 2010 é permitido, por mais que pouca gente na realidade sinta. E quando sentem, desistem ao ver o tamanho de seus inimigos.
Mas não com a natureza! O ser humano não passa de uma espécie em processo de autodestruição em um planeta antes bastante bonito, mas hoje cada vez mais destruído em nome de vícios e confortos. Em uma galáxia. Do universo.
Nada. O ser humano não é nada.
E o Rio e uma megalópole. Com...... quantos milhões de consumidores, Wikipédia? Quantos milhões de nadas auto-destrutivos lutando contra seu próprio planeta? E você, que grande merda e no meio de tudo isso?

XXI. RESISTA.
A resistência ao mundo tecnocrático pós-moderno dos anos 2000 existe não só para fazer protestos e simbolismos contraculturais, mas para antecipar o colapso ao mesmo que tempo que se prepara para ele.
A contracultura não está morta. Ela existe e pode estar sendo feita por quem você menos espera.
Por falar em espera, espere, que a civilização vai tremer. E se você desse uma forca, seria de bom tamanho.
Mude o mundo.
Mude a forma como se relaciona.
Mude a si mesmo.....
....ou consuma.
E espere.

domingo, junho 20, 2010

Tenho que desabafar, a última coisa que eu esperava ver quando comecei a descobrir o que era sair com os amigos beber era que toda essa festa se tornaria algo forçado, sem prazer, sem alegria nenhuma, falso, fiquei realmente triste em saber que esse pensamento não era só meu. Tem que ser natural, temos a nossa vida eu e eu, e nisso a gente faz o role, agora viver de role é foda sem sentido, fica sem ter o que fazer uma hora, sem assunto, aí uns usam droga pensando que ela vai trazer aquelas sensações antes prazerosas, outros começam a arrumar intriga entre o pessoal o que pra mim é o mais sem sentido e tosco, e essas coisas. Sinceramente antes eu imagina alegria todo mundo pá bebendo e não sei o que aloprando, mas aceitemos, sejamos naturais, a alegria é assim, esse role não tá sendo saúdavel, eu quero ver meus amigos estudando, namorando, trabalhando de bem com a vida, e pá quero ver a galera, eu vou e pronto foda-se, eu quero isso bem-estar de todos, alegria, espero que leiam e entendam sinceramente meu ponto de vista, espero poder acrescentar, quero um role dahora e a amizade rolando naturalmente!

p.s.: não sei, talvez você possa ser perigosa, quem sabe uma colecionadora de corações, por isso firmei na cabeça que não vou pensar (muito) em você, mas cá aqui sem muita pagação claro, eu tenho certeza que você será o meu pensamento antes de dormir esta noite.

segunda-feira, junho 14, 2010

Ministério da Saúde e Bem-estar adverte:

Falar dos outros em sua ausência faz mal, muito mal!